A+ A A-
15 Mai

Forró Caju Ficará Comprometido sem a PM

Avalie este item
(0 votos)

Nitinho vai se reunir com o prefeito para discutir a situação

 

A realização do Forró Caju 2013 está comprometida por conta do número reduzido de efetivo policial para realizar a segurança do evento. A informação foi passada durante reunião realizada nesta terça-feira, 14, no Centro Administrativo, prefeito Aloísio Campos.

Durante a reunião que contou com a presença do secretário Especial de Cultura Josenito Vitale e representantes da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT), Defesa Civil e Corpo de Bombeiros, o representante da Polícia Militar, tenente Edcleverton Binderli Fraga, chefe de eventos do Comando do Policiamento Militar da Capital (CPMC) informou que a Polícia Militar (PM) não tem condições de oferecer segurança a contento na área externa do Forró Caju por conta do reduzido efetivo policial que dispõe a PM, sendo hoje algo em torno de três mil homens.

"Todo o ano vem saindo policial que faz concurso, policiais que vão para a reserva ou tem problemas de saúde e estão se afastando. Hoje a gente dispõe de um efetivo de três mil policiais, mas esse efetivo está sendo empregado diariamente. Enfim, é muito reduzido para distribuir entre todos os eventos porque o policial que vai trabalhar é o que está de folga. Hoje não tenho números exatos, mas precisa em torno de 4 mil policiais para ter o mínimo de segurança adequada para atender a sociedade e aos eventos que existem", garante.

A festa que já possui 20 anos de tradição, acontecerá de 20 a 30 de junho, na praça Hilton Lopes, na área dos mercados centrais da capital sergipana. Durante o encontro, o secretário Josenito Vitale, conhecido como "nitinho", deixou claro quanto à necessidade de haver policiamento ostensivo dentro da área do evento. "Seria muita irresponsabilidade tanto do secretário como também da administração como um todo, e dos órgãos envolvidos, fazer um evento onde a Polícia Militar não está presente dentro do evento porque no mínimo ela intimida aquelas ações mais forte dos delinquentes que não vai para brincar, vai lá para furtar", diz.

Indagado pela reportagem do Portal Infonet quanto à possibilidade de não haver a realização da festa, o secretário foi enfático. "Não tenho dúvida disso. Eu não tenho vaidade de querer topar um desafio desse, de fazer uma festa sem segurança alguma. A minha ideia é amenizar toda essa situação para que juntos, todos os órgãos da Guarda Municipal, Polícia Militar e Secretaria de Segurança Pública possam entrar em um entendimento da melhor forma para que a gente possa realizar o forró caju, agora só que nós já temos menos de 40 dias para a realização do evento, então tem que ser uma atitude praticamente urgente para que a gente possa resolver essa situação", afirma.

Divulgação da Programação

A programação da festa já está pronta, faltando apenas que a questão do policiamento seja resolvida para que possa ser divulgada, segundo afirma Nitinho. "Nós não divulgamos ainda porque precisamos justamente resolver essa situação. Na adianta divulgar essa programação se nós não estamos com os órgãos todos integrados para poder fazer esse grande evento. Como teve agora esse problema da polícia militar é sinal de que falta alguma coisa e se falta alguma coisa não podemos, de forma nenhuma, divulgar a programação de uma coisa que se não tiver a presença da polícia militar possivelmente não vai ter também a festa", relata o secretário.

Alternativa

Josenito Vitale pretende se reunir com o prefeito João Alves Filho que está em viagem na tentativa de achar uma alternativa para o impasse. "O prefeito vai estar aqui amanhã pela manhã. Vou ter uma audiência com ele, vou passar toda essa situação, vou procurar o vice José Carlos Machado para poder encaminhar toda essa discussão e para que juntos a gente possa tomar uma decisão. Também iremos convidar o secretário de segurança pública para poder ver a melhor forma de resolver essa situação", garante Nitinho.

Para o tenente Binderli, uma alternativa que pode ser tomada pela Prefeitura de Aracaju quanto a segurança interna do evento pode ser a colocação do efetivo da Guarda Municipal para realizar a segurança dentro do evento. "Cada prefeitura tem dado a sua solução, a prefeitura de Aracaju dispõe da guarda municipal, se eles verificarem que o numero deles não é adequado, eles poderão contratar agentes de segurança a exemplo do que é realizado em festas particulares, tem diversas soluções que podem ser dadas", diz.

Uma nova reunião com representantes dos órgãos municipais está marcada para acontecer na próxima terça-feira, 21, às 9h na Prefeitura de Aracaju.

 

Fonte: Infonet.com.br

banner3 de 300

Email


O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Redes Sociais

Inscreva-se NewsLetter